Descolonização tecnológica

Entre a educação à distância e a extração de dados

O Centro Internacional de Ética em Ciências e Humanidades (IZEW, Universidade de Tübingen), a Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP) e o Instituto Vero estão estabelecendo uma colaboração bilateral de pesquisa com o objetivo de construir uma rede internacional de pesquisa em Justiça Digital Global. Na fase inicial das atividades, estão planejados dois workshops internacionais.

O 1º workshop contará com uma reunião de especialistas para discutir as implicações éticas da implementação de sistemas e processos de tecnologias digitais no campo da educação, com particular interesse nas recomendações internacionais, prevendo uma lacuna entre estas diretrizes (conceituadas principalmente no Norte Global) e sua viabilidade para se comunicar de forma eficaz com a realidade do Sul Global.

Os países do Hemisfério Sul vivenciam contextos particularmente diversos, desiguais e injustos, onde a educação digital acompanha a aprovação (involuntária / forçada) de condições e políticas estabelecidas por grandes empresas do Norte Global. Quais as problemáticas atreladas a esse contexto? Pensando nisso, o objetivo do 2º workshop é reunir representantes dos ramos de iniciativas educacionais, startups, terceiro setor, governo e sociedade civil do Brasil a fim de identificar suas necessidades e desenvolver diretrizes para uma experiência justa de uso de tecnologias digitais no mundo.

foto da Beatrice Bonami

Beatrice Bonami

Head de Educação

Pesquisadora ítalo-brasileira em Educação e Inovação. Ph.D. pela Universidade de São Paulo e pela University College London. Research officer no Painel Independente para Preparação e Resposta à Pandemia da Organização Mundial da Saúde e Embaixadora Jovem da UNESCO.