NEWSLETTER [ON]TEM

22/03/2022

Telegram: STF revoga bloqueio após o cumprimento de exigências

Ops! Algo deu errado. Tente mudar de navegador e inserir seu e-mail novamente.

STF revoga bloqueio do Telegram. A empresa se comprometeu a cumprir as orientações do órgão. A plataforma também prometeu acompanhar de perto a mídia brasileira, promover informações verificadas, restringir a capacidade de postagem de usuários banidos por espalharem desinformação e refinar estratégias de moderação de conteúdo, conforme a legislação brasileira. [Tecmundo

Após acusação de extremismo, Facebook e Instagram são banidos na Rússia. A acusação se baseia na mudança da política de moderação destas mídias sociais, que passou a permitir aos usuários na Ucrânia e em outros países do leste europeu o discurso de ódio contra soldados russos. [The Verge]

Whatsapp deixa de ser o mensageiro mais utilizado na Rússia. Apesar de fazer parte da Meta, a empresa não foi proibida no país. Os usuários, no entanto, estão migrando para outros mensageiros como o Telegram que teve um aumento de mais de 60% no número de usuários. [G1

TikTok direciona usuários para notícias falsas sobre guerra na Ucrânia. Segundo estudo do jornal anti-desinformação NewsGuard, uma nova conta que não faz nada além de visualizar o feed principal do aplicativo, é direcionada para conteúdos falsos em até 40 minutos. [The Guardian]

SpaceX deve fazer o lançamento de satélites de empresa concorrente. O acordo foi fechado depois que a OneWeb não conseguiu manter o contrato com a corporação espacial estatal russa Roscosmos. A corporação russa fez uma série de demandas para a empresa de origem britânica em retaliação às sanções feitas ao país. [Arstechnica]

Newsletter diária com as principais notícias do dia anterior sobre tecnologia e sociedade. Enviada toda manhã, de segunda à sexta.