NEWSLETTER [ON]TEM

01/02/2022

Spotify cria política de moderação de conteúdo

Ops! Algo deu errado. Tente mudar de navegador e inserir seu e-mail novamente.

Após remover Neil Young, Spotify cria regras para desinformação. Spotify incluirá avisos e links confiáveis sobre a covid-19 em episódios de podcasts que discutam questões relacionadas à pandemia. Criadores de conteúdo que amplifiquem informações falsas sobre a COVID-19, câncer e outras doenças graves podem ter suas contas suspensas e até removidas, caso infrinjam as regras de forma reincidente. [Spotify


Grindr desaparece de lojas de apps na China. O app de namoro LGBTQIA+ foi removido da Apple e das populares lojas de aplicativos Android, após o governo chinês anunciar que reprimiria pornografia e conteúdo ilegal online. Medidas foram tomadas antes do início dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim. [The Verge]


Sony está comprando a desenvolvedora de jogos Bungie por  3,6 bilhões de dólares. Bungie é responsável pela criação da Hallo, game de sucesso que colocou a XBOX como competidora da Playstation. Compra é confirmada duas semanas depois do investimento bilionário da Microsoft na aquisição da Activision Blizzard, e ainda aguarda permissão dos órgão reguladores. [Protocol]


Meta está introduzindo avatares 3D no Facebook, Instagram e Messenger. As mudanças estão sendo feitas no México, EUA e Canadá.  Busca unificar as plataformas em mais um passo importante para o metaverso da empresa. Os novos avatares incluirão novas formas faciais, além de aparelhos auditivos e cadeiras de rodas para serem mais inclusivos para usuários com deficiências. [Engadget




Banco Central: importação de criptoativos soma US$ 6 bilhões. Segundo entidade, criptomoedas ajudaram a inflar o rombo das contas externas do Brasil. [Cointelegraph]


Newsletter diária com as principais notícias do dia anterior sobre tecnologia e sociedade. Enviada toda manhã, de segunda à sexta.