NEWSLETTER [ON]TEM

24/05/2022

Mark Zuckerberg é processado por caso Cambridge Analytica.

Ops! Algo deu errado. Tente mudar de navegador e inserir seu e-mail novamente.

Mark Zuckerberg é processado por caso Cambridge Analytica. O processo alega que Zuckerberg foi “diretamente responsável” por criar as regras de privacidade  que permitiram à empresa de consultoria coletar dados de usuários sem consentimento, deixando de informar os usuários e garantir que os dados fossem excluídos. [UOL

Fundo de pensão de Nova York quer remover todo o conselho do Twitter. O New York State Common Retirement Fund, um dos maiores fundos de pensão dos EUA, anunciou que votará para remover todos os diretores do Twitter na reunião anual de acionistas desta semana. É pouco provável que a votação contra os diretores resulte em mudança, mas mostra uma pressão institucional crescente para que o Twitter resista à visão de Elon Musk de políticas menos rigidas de moderação de conteúdo. [Protocol]

Empresa é multada no Reino Unido por armazenar imagens ilegalmente. A Clearview deve interromper a coleta e o uso de dados do Reino Unido disponíveis publicamente e excluir todos os dados de residentes do Reino Unido de seu banco de dados. A empresa foi multada em 7,5 milhões de libras. Segundo a Clearview, seu banco de dados possui mais de 20 bilhões de imagens coletadas de sites de mídia social disponíveis publicamente.[BBC]

Coréia do Sul e EUA se unem em ciberataques à Coréia do Norte. A cooperação incluirá grupos de trabalho com a participação de agências de aplicação da lei e de segurança interna de ambas as nações. [The Register]

Hackers invadem contas de  startup de planejamento de casamentos. A empresa Zola,  que permite que casais criem sites, orçamentos e listas de presentes, confirmou que hackers tiveram acesso a contas de usuários, mas negou que qualquer dado de usuário tenha sido exposto. Os invasores tentaram fazer compras utilizando as contas dos usuários. [The Verge]

YouTube diz que removeu 9 mil canais e 70 mil vídeos sobre a Ucrânia. Os vídeos estão sendo removidos da plataforma desde fevereiro, em um grande esforço para reduzir a desinformação russa sobre a guerra em andamento na Ucrânia. [Tecmundo]

Newsletter diária com as principais notícias do dia anterior sobre tecnologia e sociedade. Enviada toda manhã, de segunda à sexta.