[Auto]isolamento científico

identificando padrões de desinformação

Leia

Publicado apenas em inglês.

O relatório Scientific [Self]Isolation faz análises comparativas sobre padrões internacionais de desinformação com base em banco de dados internacional sobre checagem de fatos. Cruzando checagens de informações de 129 países diferentes e investigando as notícias falsas sobre os tratamentos farmacológicos ligados à Covid19, ele identifica e se aprofunda sobre especificidades do debate público brasileiro, que se distancia da discussão internacional.

Produzida em novembro de 2020, a pesquisa analisa a base de dados global da CoronaVirusFacts Alliance/International Fact-Checking Network (bem como o subconjunto português e espanhol do Latam Chequea) e conta com uma equipe com integrantes do LAUT, Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT.DD), Digital Forensic Research Lab (DFRLab) e Vero Project.

Nosso trabalho

Este é o segundo trabalho da série Democracia Infectada, que analisa a liberdade de expressão democrática e dinâmicas do debate público nos ambientes digitais. A análise foi conduzida por Caio C. Vieira Machado, Nina Santos, João Guilherme Santos e Luiza Bandeira.

foto da Beatrice Bonami

Caio Machado

Diretor Executivo

Advogado e cientista social, é candidato a doutorado na Universidade de Oxford. Anteriormente, ele realizou pesquisas no Oxford Internet Institutes’ Computational Propaganda Research Project e foi bolsista de políticas públicas do Google no ITS Rio. Possui diversas publicações sobre desinformação política e científica no Whatsapp, Twitter e YouTube.